Pular para o conteúdo

Tipos de Treino para Hipertrofia Muscular em pouco Tempo: Prós, Contras e Exemplos

Compartilhe em suas redes sociais

Neste guia abrangente, exploraremos diversos modelos de treino para hipertrofia, visando fornecer insights valiosos para otimizar seus resultados na academia. Abordaremos cada método com detalhes precisos, destacando os prós, contras e exemplos práticos de divisão de treino. Vamos direto ao ponto, fornecendo as informações necessárias para ajudá-lo a escolher o melhor modelo de treino para alcançar seus objetivos de forma rápida e eficaz.

1. Treino de Hipertrofia com um Grupo Muscular por Dia

Tenente Breno

Este modelo de treino é caracterizado pelo foco em um grupo muscular por sessão de treino, sendo amplamente utilizado por fisiculturistas e entusiastas da musculação. Vejamos suas características principais:

Prós:

  • Maior variação de exercícios para cada grupo muscular.
  • Alto volume direcionado para uma região específica do corpo.
  • Potencial para induzir hipertrofia significativa devido ao estresse metabólico concentrado.

Contras:

  • Dificuldade em treinar totalmente recuperado devido à alta frequência de exercícios compostos.
  • Requer uma sólida experiência de treino para evitar lesões e maximizar os ganhos.
  • Consumo de tempo considerável e impraticável para pessoas com rotinas agitadas.

Exemplo de Divisão de Treino:

  • Segunda: Costas e Abdômen
  • Terça: Peito e Panturrilhas
  • Quarta: Descanso
  • Quinta: Pernas e Lombar
  • Sexta: Braços e Abdômen
  • Sábado: Ombros e Panturrilhas

2. Upper/Lower (Superior/Inferior)

Bodybuilder e fisiculturista Fabio Giga

Os treinos Upper/Lower alternam entre as partes superior e inferior do corpo, proporcionando maior recuperação e volume de treino. Vejamos suas características:

Prós:

  • Equilíbrio entre tamanho e força muscular.
  • Maior frequência de movimento para melhor aprendizado e domínio dos exercícios.
  • Eficiente para pessoas acostumadas com treinos full body que buscam progresso.

Contras:

  • Desbalanceamento no tempo dedicado a cada parte do corpo.
  • Menor tempo de recuperação entre sessões, exigindo disciplina na dieta e descanso.
  • Intensidade elevada para iniciantes, especialmente no treino de pernas duas vezes por semana.

Exemplo de Divisão de Treino:

  • Segunda: Upper (Peito/Costas/Ombros/Braços)
  • Terça: Lower (Quadríceps/Posteriores/Panturrilhas)
  • Quarta: Descanso
  • Quinta: Upper
  • Sexta: Lower
  • Sábado e Domingo: Descanso

3. Treinos Full Body (Corpo Inteiro)

Os treinos Full Body envolvem o treinamento de todos os grupos musculares em uma única sessão. Vejamos suas características:

Prós:

  • Eficiente para quem tem pouco tempo disponível.
  • Versátil, adequado para perda de peso, ganho de força e hipertrofia.
  • Ideal para iniciantes e atletas de outras modalidades esportivas.

Contras:

  • Menor ênfase no estresse metabólico localizado.
  • Dificuldade de recuperação adequada para indivíduos experientes.
  • Pode negligenciar músculos menores, comprometendo a simetria e estética.

Exemplo de Divisão de Treino:

Estes são apenas alguns dos modelos de treino para hipertrofia disponíveis, cada um com suas vantagens e desvantagens. Experimente diferentes abordagens e adapte seu programa de treino conforme necessário para alcançar os melhores resultados. Lembre-se sempre de consultar um profissional de educação física para orientações personalizadas e segurança durante o treinamento.

8 Exemplos de Treinos com ficha de Treino

Fisiculturista Rafael Brandão

Treino de Hipertrofia com um Grupo Muscular por Dia

Este modelo de treino concentra-se em trabalhar um grupo muscular específico a cada sessão de treino, permitindo um volume e intensidade elevados. É ideal para fisiculturistas e indivíduos que desejam maximizar o desenvolvimento muscular. No entanto, requer uma frequência alta de treino e pode ser difícil de manter para pessoas com rotinas corridas.

Exemplo de Divisão de Treino:

  • Segunda: Costas e Abdômen
  • Terça: Peito e Panturrilhas
  • Quarta: Descanso
  • Quinta: Pernas e Lombar
  • Sexta: Braços e Abdômen
  • Sábado: Ombros e Panturrilhas

2. Upper/Lower (Superior/Inferior)

Este modelo alterna entre treinos focados na parte superior e inferior do corpo, proporcionando um equilíbrio entre volume e recuperação. É adequado para quem busca ganhos de tamanho e força muscular de maneira proporcional. No entanto, pode demandar mais tempo para a parte superior do corpo, e o treino de pernas pode ser desafiador para iniciantes.

Exemplo de Divisão de Treino:

  • Segunda: Upper (Peito/Costas/Ombros/Braços)
  • Terça: Lower (Quadríceps/Posteriores/Panturrilhas)
  • Quarta: Descanso
  • Quinta: Upper
  • Sexta: Lower
  • Sábado e Domingo: Descanso

3. Treinos Full Body (de Corpo Inteiro)

Os treinos Full Body trabalham todo o corpo em uma única sessão, sendo ideais para quem tem pouco tempo disponível. São versáteis e podem ser adaptados para diferentes objetivos, como perda de peso, ganho de força ou manutenção da saúde. No entanto, a falta de volume localizado pode limitar os ganhos de hipertrofia em alguns casos.

Exemplo de Plano de Treino Full Body:

  • Segunda: Power Clean, Supino Reto, Passada, Caminhada do Fazendeiro, Paralelas
  • Quarta: Desenvolvimento com Barra, Levantamento Terra, Barra Fixa, Prancha, Rosca Direta
  • Sexta: Agachamento Livre, Remada Curvada, Supino com Halteres, Caminhada Kettlebell, Elevação de Quadril

4. Push/Pull (Empurrar/Puxar)

Neste modelo, os treinos são divididos com base nos padrões de movimento dos exercícios: empurrar e puxar. É uma abordagem eficaz para intermediários e avançados, oferecendo flexibilidade e eficiência no planejamento do treino. No entanto, pode haver uma limitação no desenvolvimento de músculos que trabalham juntos.

Exemplo de Divisão de Treino Push/Pull:

  • Dia 1: Pull (Posteriores das Pernas/Costas/Bíceps/Lombar)
  • Dia 2: Push (Peitoral/Ombros/Tríceps/Quadríceps/Abdômen)

5. Treino Intensivo/Extensivo

Este modelo baseia-se na demanda neural do treino, alternando entre dias focados em força/explosão e dias com maior volume de treino/metabólico. É indicado para atletas avançados que buscam ultrapassar seus limites, mas pode ser complexo de implementar sem a orientação adequada.

Exemplo de Divisão de Treino Intensivo/Extensivo:

  • Segunda/Quinta: Trabalho de Velocidade (Exercícios Olímpicos/Compostos de Empurrar)
  • Terça/Sexta: Metabólico com Ênfase em Puxar

6. Agonista/Antagonista

Este modelo envolve treinar músculos opostos simultaneamente, o que aumenta a eficiência do treino. É uma abordagem flexível e eficaz para construir massa muscular e equilibrar o corpo. No entanto, pode ser desafiador para iniciantes e requer cuidado com o volume de treino.

Exemplo de Divisão de Treino Agonista/Antagonista:

  • Segunda: Peito/Costas
  • Terça: Pernas/Ombros
  • Quinta: Peito/Costas
  • Sábado: Bíceps/Tríceps

7. Treino Músculo Grande + Sinergista

Este modelo combina um músculo grande com seus “ajudantes” (sinergistas) no mesmo dia, aumentando a eficiência do treino. É ideal para quem busca maximizar o tempo de treino e gerar um estímulo muscular intenso. No entanto, pode ser avançado demais para iniciantes e exigir uma boa capacidade de recuperação.

Exemplo de Divisão de Treino Músculo Grande/Sinergista:

  • Segunda/Sexta: Peito/Tríceps
  • Terça/Sábado: Costas/Bíceps
  • Quarta: Pernas/Ombros

8. Treinos de Especialização

Neste modelo, o foco é dado a partes específicas do corpo que precisam de mais atenção. É indicado para indivíduos que desejam superar pontos fracos e maximizar o desenvolvimento muscular. No entanto, requer experiência e cuidado para evitar desequilíbrios musculares.

  • Segunda-feira: Puxadas Horizontais com Poucas Repetições
  • Terça-feira: Puxadas Verticais com Muitas Repetições
  • Quarta-feira: Puxadas Horizontais com Muitas Repetições
  • Quinta-feira: Puxadas Verticais com Poucas Repetições
  • Sexta-feira: Manutenção (Treino Geral do Corpo)

Estes são apenas alguns exemplos de modelos de treino para hipertrofia muscular que você pode utilizar nas suas sessões de treinamento. É recomendável consultar um profissional de educação fisíca para obter uma ficha de treino mais adequada as suas necessidades pessoais.

Equipe Shape Lendario

Uma equipe apaixonada por musculação. fisiculturismo, e treinar é claro! Acreditamos que através dos treinos, dieta e disciplina, vidas podem ser transformadas através de uma vida saudável.

Somos estudantes de Educação Fisíca por conta própria, sempre busque um profissional credenciado para buscar orientações mais assertivas para seu objetivo.


Compartilhe em suas redes sociais
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Ação proibida!

Descubra mais sobre Shape Lendário

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading