Pular para o conteúdo

4 Maiores Mitos da Musculação que as Mulheres Acreditam

Compartilhe em suas redes sociais

1. Mulher pode treinar braços? Não vou ficar musculosa?

Muitas mulheres não querem fazer exercícios para os braços porque têm medo de ficar com músculos muito grandes e perder sua delicadeza. Mas é importante entender que isso não é verdade. Vamos explicar por que as mulheres podem fazer exercícios para os braços sem preocupação. Também vamos falar sobre como isso pode ser bom para elas.

Desenvolvimento Muscular e Mitos

imagem divulgação influencer vladgalagan

Primeiramente, é essencial compreender que o desenvolvimento muscular está sujeito a diversos fatores, tais como genética, alimentação, hormônios e tipo de treino. As mulheres possuem naturalmente menores níveis de testosterona, o hormônio relacionado ao crescimento muscular, em comparação com os homens. Logo, torna-se altamente improvável que desenvolvam braços muito volumosos apenas através de exercícios com pesos.

O tipo de treino também é um fator determinante. Ganhar massa muscular requer séries com poucas repetições e cargas elevadas, associadas a uma dieta rica em proteínas e calorias. Por outro lado, para tonificar e definir os braços, é mais eficaz optar por séries com mais repetições e cargas moderadas, combinando exercícios aeróbicos e anaeróbicos, juntamente a uma alimentação equilibrada e saudável.

Benefícios Além da Estética

Treinar os braços não apenas contribui para a melhoria estética, mas também proporciona inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar geral. Os braços desempenham um papel crucial em atividades diárias, como carregar objetos, abrir portas, digitar e escrever. Desenvolver a força nessa região não apenas facilita essas tarefas cotidianas, mas também previne lesões, dores e inflamações nas articulações, tendões e músculos.

Além disso, o treino para os braços tem um impacto positivo na postura, circulação sanguínea, resistência física e autoestima. Os exercícios direcionados aos braços também envolvem outros grupos musculares, incluindo ombros, costas, peito e abdômen, promovendo um corpo mais harmonioso e saudável.

Portanto, mulheres que evitam treinar os braços com receio de ficarem “fortes” estão perdendo a oportunidade de usufruir de todos esses benefícios. Não há motivo para temer os exercícios para os braços, pois eles não comprometerão a feminilidade, mas sim realçarão a beleza e vitalidade femininas.

2. As mulheres podem treinar no período menstrual?

Muitas mulheres se perguntam se podem treinar no período menstrual. A resposta é: depende. Cada mulher tem uma experiência diferente com a menstruação, e isso pode afetar o seu desempenho e o seu bem-estar durante os exercícios. Algumas mulheres sentem mais cólicas, dores, inchaço, fadiga e alterações de humor do que outras. Por isso, é importante conhecer o seu corpo e respeitar os seus limites.

De modo geral, não há contraindicações para treinar no período menstrual, desde que você se sinta confortável e não tenha nenhuma complicação de saúde. Na verdade, alguns estudos sugerem que os exercícios podem até aliviar alguns sintomas da TPM, como a ansiedade, a irritabilidade e a depressão. Além disso, os exercícios podem ajudar a regular o fluxo sanguíneo e a prevenir a anemia.

No entanto, isso não significa que você deva treinar da mesma forma que nos outros dias do mês. É possível que você tenha uma queda na sua performance, na sua resistência e na sua recuperação muscular. Por isso, é recomendável diminuir a intensidade, a duração e a frequência dos treinos durante a menstruação. Você também deve se hidratar bem, se alimentar adequadamente e usar roupas confortáveis.

O mais importante é ouvir o seu corpo e respeitar as suas necessidades. Se você se sentir bem para treinar, ótimo. Se você preferir descansar ou fazer atividades mais leves, tudo bem também. O que importa é manter uma rotina saudável e equilibrada, sem se cobrar demais ou se forçar além do necessário.

3.Mulheres grávidas podem treinar? Como funciona esse treino?

Muitas mulheres se perguntam se podem continuar treinando durante a gravidez, ou se devem parar de se exercitar por medo de prejudicar o bebê ou a si mesmas. A resposta é que sim, mulheres grávidas podem treinar, desde que sigam algumas orientações e precauções.

O treino para gestantes deve ser adaptado às mudanças do corpo e às necessidades de cada fase da gravidez. O objetivo não é perder peso ou ganhar músculos, mas sim manter a saúde, a disposição e o bem-estar da mãe e do bebê.

O treino pode ser iniciado desde o primeiro trimestre, desde que haja liberação médica e acompanhamento profissional. Algumas modalidades que são recomendadas para as grávidas são: caminhada, natação, hidroginástica, pilates, yoga e musculação leve. Essas atividades ajudam a fortalecer os músculos, melhorar a circulação, aliviar as dores nas costas, prevenir o inchaço e a diabetes gestacional, além de contribuir para o controle emocional e a autoestima.

No entanto, nem todos os exercícios são indicados para as gestantes. Alguns que devem ser evitados são: corrida, ciclismo, saltos, abdominais, exercícios de impacto ou que envolvam risco de queda ou trauma abdominal. Também é importante respeitar os limites do corpo, evitar o excesso de esforço, a desidratação e o superaquecimento.

O treino para gestantes deve ser feito com moderação, regularidade e prazer. Assim, a mãe pode aproveitar os benefícios do exercício físico sem colocar em risco a sua saúde ou a do seu bebê.

4. As mulheres que treinam pesado podem ficar com o corpo muito forte?

imagem divulgação influencer vladgalagan

Você já se perguntou se as mulheres que treinam pesado podem ficar com o corpo muito forte? Muitas pessoas têm essa dúvida e acham que a musculação pode deixar as mulheres com um aspecto masculinizado. Mas isso é um mito!

A musculação é uma atividade física que traz muitos benefícios para a saúde e a estética das mulheres. Ela ajuda a fortalecer os ossos, prevenir lesões, melhorar a postura, aumentar o metabolismo, queimar gordura, modelar o corpo e combater a flacidez.

Mas será que isso significa que as mulheres vão ficar com os músculos enormes e saltados? A resposta é não, a não ser que elas queiram. A mulher pode e deve trabalhar sua musculatura, ficar definida e valorizar as partes do seu corpo, mas só vai ficar com o corpo muito “forte” se ela quiser.

Isso porque o treino da mulher é diferente daquele praticado por homens. As mulheres têm menos testosterona, o hormônio responsável pelo crescimento muscular. Além disso, elas podem ajustar a carga, o número de repetições, as séries e os intervalos de acordo com o seu objetivo.

Mas é uma questão de opção: existem mulheres que gostam do visual com os músculos maiores e em evidência. Outras preferem apenas a definição, a barriga sequinha e as pernas com músculos definidos. O importante é respeitar o seu gosto pessoal e se sentir bem com o seu corpo.

Se você quer começar a fazer musculação ou já pratica, mas tem dúvidas sobre o treino ideal para você, consulte um personal trainer. Ele vai te orientar sobre os exercícios mais adequados para o seu perfil e te ajudar a alcançar os seus resultados.

A musculação feminina é uma ótima forma de cuidar da sua saúde e da sua beleza. Não tenha medo de ficar forte demais, tenha orgulho de ficar forte o suficiente!

Equipe Shape Lendario

Uma equipe apaixonada por musculação. fisiculturismo, e treinar é claro! Acreditamos que através dos treinos, dieta e disciplina, vidas podem ser transformadas através de uma vida saudável.

Somos estudantes de Educação Fisíca por conta própria, sempre busque um profissional credenciado para buscar orientações mais assertivas para seu objetivo.


Compartilhe em suas redes sociais
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Ação proibida!

Descubra mais sobre Shape Lendário

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading